terça-feira, 14 de outubro de 2014

There's a million reasons, a million ways, a million words

Tudo o que me fez apaixonar por ti é tudo aquilo que és e nao o que tens. É toda essa tua delicadeza, a tua educação, és um bad boy mas ao mesmo tempo és das pessoas mais educadas que conheço e essa tua junção conquistou-me.
Chama de bote ao teu carro, chamas de cotas aos teus pais, quase que preciso de umas aulas para te perceber mas acabo sempre por te perceber. Gosto de ti pelo que és, ja te disse isso nao já? Claro que já.
E tambem ja te disse que escrever sobre ti me sabe tao bem que às vezes viajo para outra dimensao? Tanto viajo que estava a escrever-te isto e nem ouvi a Lis a chamar-me milhões de vezes. Mas sabes, é bom sinal e tambem pode ser mau sinal mas hoje nao me apetece cair na realidade, na tua realidade, és demasiado realista, não voas para sonhar, nao levantas os pes do chao para olhar o céu comigo, preferes ser real, se calhar é o medo que te prende com correntes e bolas de pedra. Estou a espera do dia em que vais lutar e dar uma tareia tão grande ao medo que me vais dar como presente uma dose extra de felicidade.
Um dia vou contar-te este segredo mas ainda não é a altura

8 comentários:

  1. Oh, ele vai acordar para a realidade, tem calma!

    r: Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. Ele provavelmente já sabe, fica é calado :p

    R: pois hihi

    ResponderEliminar
  3. Oh que fofo xD
    Eu não disse que ia dar coisa?? Opa eu sou vidente :)

    ResponderEliminar
  4. Colocam-se ou nos pulsos ou nos tornozelos e servem para fazer exercicio fisico :)

    ResponderEliminar