sábado, 29 de março de 2014

da boa noite

A noite estava fria, demasiado fria para esta época do ano. E o dia tinha sido longo, demasiado longo demasiadas emoções, demasiados acontecimentos. Mas tudo estava bem, eu estava serena, talvez com um pouco de borboletas na barriga mas isso devia-se ao facto do que iria acontecer. Entre desculpas inventadas e o frio que se fazia sentir, meti-me numa aventura. Eram 22.30h do dia 28 de março e o meu destino para essa noite estava traçado. Isto tinha finalmente de acontecer, tinham passado 8 meses desde a ultima vez e eu queria muito isto. Estava tudo planeado e nós sabiamos o que iria acontecer, ambos queriamos e por isso iria de certeza acontecer.
Entrei no carro, ouvi um "demoraste demasiado a chegar", é normal, não queria fumar ao pé de ti porque não podia estragar o teu trabalho e esforço para deixar este vicio mas nao te disse o porquê do atraso, tocar na ferida era o pior mas saberia que irias acabar a pedir-me um cigarro, afinal tinhas criado uma rotina depois do sexo e não te veria a quebrar essa rotina porque eu as vezes também sou obrigada a quebrá-la e sei que o sexo deixa de ter o mesmo sabor. Mas adiante, tirei o casaco de modo sedutor enquanto falavamos mas nem isso te fazia ceder, percebi que querias que fosse eu a ceder e cedi. Lançei-me aos teus braços e beijei-te, beijei-te com tudo o que tinha e obtive sucesso, deixei-te derretido e seguimos caminho a loucura, entre roupa espalhada pelo carro, mordidelas, chapadas dadas com a força certa para que ficassem marcadas, beijos no pescoço e mãos que escorregavam como manteiga a derreter. O fim foi sem duvida vitorioso, alias, como sempre é e como só tu o sabes fazer! Conheces as curvas do meu corpo melhor que ninguém e sabes deslizar nelas.
O meu sexto sentido estava certo e como que a implorar pedes-me cigarro, digo-te que já sabia que o ias fazer e tu olhas-me demasiado confuso, percebo-te... Mais dois ou tres dedos de conversa, um contar de novidades, um falar de idades, pais, irmãos e sobrinhos, um "ui agora tenho um BMW sou muita bom" junto com um "és mesmo assada" , ao que passado uns momentos surge um "queres que te leve para casa?", aceitei e de bom grado , gosto da tua condução tu sabes. Peço-te que te despeças de mim, um beijo na cara mas ao invés disso recebo um beijo na boca, longo e estático e depois um "porta-te bem", não sei porque fizeste isto mas não tenho a certeza se o devias ter feito, foi algo estranho e que fez lembrar mais ainda o passado, sim mais porque no resto da noite surgiu muitos pedaços de passado. Os sitios são sempre os mesmos, o tempo passa e modifica os pormenores do espaço mas não modifica a sua essência e em nós acontece o mesmo.
A noite foi excelente, sei que a vamos repetir e eu quero isso, quero muito isso!
Agora restam-me as marcadas dos teus dedos e o teu cheiro na minha roupa, no meu corpo e no meu cabelo. Dás-me sempre este presente no fim de cada noite! 

16 comentários:

  1. Quando te apanhar no facebook, não te safas........ohhoh.

    ResponderEliminar
  2. Owww *-*
    Que tenhas muitas mais noites assim *-*
    Mas, não percebi, são namorados ?

    ResponderEliminar
  3. quem sabe não o voltam a repetir :)

    ResponderEliminar
  4. Oh , deves estar no paraíso ;)

    R: A escola? Não! Agora se foram num autocarro da GPS é que não sei , mas secalhar , ou GPS ou Moisés.
    Ai , pois , é mau , mas veremos.
    Sim :D
    Sim :)

    ResponderEliminar
  5. que bom, estes momentos sabem sempre bem.

    ResponderEliminar
  6. r: às vezes parece que me esforço tanto e nunca consigo ver recompensado esse meu esforço

    ResponderEliminar
  7. E é dos melhores presentes que nos podem dar :)

    ResponderEliminar
  8. Que noite!!! :p
    R: obrigada querida, também me fizeram esse reparo. A flor da frente era demasiado grande... mas o rapaz que me fotografou achou que aquilo daria mais contraste...
    beijinho grande e bom fim de semana ♥

    http://naervilhadapolly.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. R: Oh passaram-se coisas que acabam por passar...

    ResponderEliminar
  10. Texto muito sensual, gostei :)
    r: Sim são castanhos claros. Pois dizem, é aonde temos as coisas mais profundas guarda-das! Ahah, a sério? Deve ter sido um momento engraçado, haha

    ResponderEliminar
  11. r: pois não! :)
    sim, estou! :)
    consegui quase viver as tuas palavras! e depois, também trouxe recordações, ainda que não sejam boas, serão sempre recordações! :)

    ResponderEliminar
  12. Gostei :)
    r: Nada que mereça atenção
    Não se procurares bem .

    ResponderEliminar