quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

“Bastava que ela me dissesse: vamos. E eu iria. Não sei para onde. Não imagino para onde. Mas iria. Feliz como nunca. Feliz como estou feliz sempre que estou com ela. Vamos, diria ela, nos meus sonhos mais utópicos. E eu iria. Mas não vou. Ela não diz. Ela não diz nada e eu vou aguentando esta sucessão de nadas que tento transformar em tudo. 
Amar é transformar uma sucessão de nadas em tudo.” (Pedro Chagas Freitas)
É exatamente isto!

5 comentários:

  1. Podes crer que é !


    r: Obrigada! Pois, tem os seus lados bons , mas os negativos sobrepõem-se!

    ResponderEliminar
  2. O amor é mesmo isso! como andas princesa? ♥

    ResponderEliminar
  3. "Amar é transformar uma sucessão de nadas em tudo.", não podia estar mais correto, a minha relação com o F. identifica-se imenso com isto. Adorei *-*

    ResponderEliminar